segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Natal

A grande diferença entre o o Natal comemorado no Brasil e o Natal comemorado aqui na Irlanda é que a nossa ceia é na noite do dia 24 ou na madrugada do dia 25 para aqueles que só comem após a meia noite, aqui os irlandeses tem a ceia no dia 25.

Me convidaram pra uma ceia multi nacional bem antes do Natal, mas na noite do dia 23 enquanto eu estava num encontro do Couch Surfing (preciso fazer um post sobre o Couch Surfing)  as pessoas se desentenderam, no sábado acordei com uma mensagem nenhum pouco animadora no meu celular. Soluções foram tentadas ao longo do dia, mas nada se resolveu, as 7pm eu ainda não tinha lugar pra passar a ceia de Natal, comecei a chorar e lembrei que a Ana ia participar de uma ceia com outros brasileiros, mandei mensagem pra ela que me disse pra ir pra lá e não me preocupar, peguei meu vinho e fui.

Foi uma tradicinal ceia brasileira, com peru, farofa com passas, maionese, muitas risadas, lembranças sobre brincadeiras, Chaves e Chapolin, novelas e seriados. Foi muito animado e cheguei em casa depois das 5am. 

No dia 25 eu não saí de casa, dormi até as 2pm e só levantei da cama as 4pm por que estava morrendo de fome. Depois liguei na casa da minha avó e falei com minhas tias, meus pais e minha vó, saudades de todos.

O Natal não saiu como planejado, mas foi um bom Natal.

P.S.: No E-Dublincast especial de Natal algumas outras diferenças entre o nosso Natal e o Natal comemorado  aqui pela Europa foram o assunto.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Nevou!

Na terça-feira eis que estava eu a lavar a louça do café da manhã quando olho pela janela pra ver como estava a chuva, vi uns floquinhos brancos caindo entre os pingos de chuva, continuei a encarar e os flocos aumentaram. Neve, pela primeira vez na vida eu estava vendo neve de verdade. Imediatamente mandei torpedos pra vários amigos. Pouco minutos depois a neve parou mas continuou a chover, saí pra ir pra escola e no caminho voltou a nevar. Eu fiquei tão feliz, mas tão feliz, na rua, e neve caindo, ok que o amado vendo de Dublin [ironia] estava furioso e lá se foi minha sombrinha, mas não tem problema.

A tarde nesse mesmo dia voltou a nevar, eu feliz da vida liguei pra minha mãe, assim que ela atendeu eu só disse "tá nevandoooo" ai que felicidade. Mas nesse dia foi só isso, a neve derretia antes mesmo de chegar no chão, nada de cenário branco, nada de bonecos de neve. Esse foi o dia de amostra grátis de neve.

Desde quarta-feira meu forecast mostrava previsão de neve pra sexta, e eu na esperança, ontem as 11 da noite estava -1º então era quase certeza que teria neve. Pois bem, acordei de manhã com a mensagem da Cintya "olha pela janela" mais que depressa levantei e vi tetos brancos, ai que emoção, estava caindo uma neve bem fininha, tipo garoa de neve. Me troquei e abri a porta da frente pra tirar fotos da rua, mas minha câmera digital morreu, em minhas mãos, no primeiro dia de neve decente.




Com um misto de alegria pela neve, ódio pela câmera falecida tomei café e saí pra rua a caminho da escola, usei meu bom e velho celular pra registrar algumas imagens da neve que já estava começando a derreter uma vez que o tempo estava abrindo e o sol surgindo, dei uma leve escorregada na esquina, mas não cheguei a cair. Na volta da escola ainda tinha um pouco de neve não derretida na rua, e olha que nem foi uma nevasca hein, daí até dá pra entender quando o pessoal reclama da neve, se um tiquinho desse não derrete em poucas horas imagine um montão. Mas eu quero um montão, quero bonecos de neve, guerra de neve, anjinho de neve, depois pode fazer 12 graus.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Sistema Bancário Irlandês: Internet Banking

No dia em que eu abri minha conta, perguntei para a atendente sobre acessar a conta pela internet, ela me disse que quando eu recebesse o cartão viria um número de telefone e eu deveria ligar naquele número e seguir os procedimentos.

Pois bem, o cartão chegou, o tempo passou e só na semana passada eu resolvi ligar no tal número, mas eu liguei a noite lá pelas 21h então não fui atendida, então acessei o site do banco e me cadastrei, ao final do cadastro, eu jurando que iria receber algum código #cejura que nada, recebi uma mensagem informando que meu PIN (Personal Identification Number) chegaria em meu endereço em 5 dias úteis.

Pois é chegou hoje, dentro do prazo, então eu tive que ligar novamente pra ativar o número. Diferente do que acontece no Brasil onde normalmente você escolhe sua identificação, quem me passou a identificação foi a moça do teleatendimento. Pra confirmar e liberar meu PIN eu tive que passar algumas poucas informações, coisas que a gente está acostumado a fazer no Brasil por exemplo quando liga no atendimento do cartão de crédito, nada demais.

Logo que terminei essa parte já consegui acessar minha conta pela web, bem fácil. A grande vantagem é que se você faz compras com seu cartão de débito (laser card) pode ver seu saldo na hora via internet, mas se for tirar extrato no caixa eletrônico talvez não apareça. Isso mesmo gente, nem sei como explicar mas é isso, o caixa eletrônico demora mais pra receber a informação. Por que? Sei não.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Conhecendo pessoas

No Brasil minha vida social era bem fraca, eu só saia com alguns amigos uma ou duas vezes por mês, o que basicamente significa que eu ia do trabalho pra casa e de casa pro trabalho, no último ano também por estar economizando, mas eu não sou o tipo de pessoa que gosta de balada, então eu não tinha esses amigos de curtição, só os de longa data mesmo.

A maioria das pessoas que vem pra Dublin vem sozinhas, é claro que tem pessoas que vem com irmãos, primos, amigos, namorados, etc. Mas a maioria vem sozinho, tem algum amigo do cunhado do vizinho, e mesmo assim esse amigo do cunhado do vizinho já tem uma vida em Dublin e você não quer ficar se metendo.

Eu vim sozinha, apesar de ter vindo com o Marcelo, a Diana e o Vinícius no mesmo voo, nos acomodamos em lugares diferentes e assim acabamos conhecendo pessoas diferentes e fazendo vida sociais paralelas.

Como eu demorei pra vir, acabei "conhecendo" muita gente pela internet, muita gente que veio um ano antes de mim, ou que já estava aqui a mais tempo, também conheci pessoas que vieram um mês antes ou um mês depois ou que sairam do Brasil 24 horas antes de mim.

O bom é que agora estamos todos aqui, então sempre acontece de alguém te convidar pra algo, por que ninguém quer ficar sozinho e a maioria das pessoas sabe que as amizades aqui são fundamentais, e assim a gente acaba ficando amigo do amigo.

Aqui em Dublin eu já fui a vários lugares em companhias variadas, sempre com brasileiros mas na maioria das vezes algum gringo é incluindo no passeio, ninguém fica amigo de todo mundo, mas quando você tem oportunidade de conhecer duas ou três pessoas um pouco melhor é sempre bom. Eu que sempre fui de poucos amigos estou disposta a aumentar esse número consideravelmente, e isso em Dublin não é difícil.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Electricity Bill

Quando eu vim visitar a casa em que moro, o rapaz que me passou a vaga me disse que se eu ficasse com a vaga teria que colocar a conta de eletricidade em meu nome, pois aqui na casa cada um é responsável por uma conta (deveria ser).

Pois bem, depois que me mudei o marroquino que mora no quarto de frente pro meu ficou de me ajudar a ligar na companhia elétrica mas ele nunca estava em casa quando dizia que estaria, então eu liguei sozinha. Não foi difícil, quem me atendeu falou depressa demais e eu pedi pra repetir devagar por que eu sou estrangeira, pois bem ele repetiu e consegui passar todos os dados necessários. Eu sempre havia lido que se você coloca sua conta de energia em débito automático não precisa pagar depósito, pois bem, não é bem assim, pelo menos não com a Airtricity, companhia que usamos aqui em casa. Eles cobram um depósito de €300.00 se você não colocar em débito automático e €200.00 se colocar. 

Conversei com outras pessoas e todo mundo teve que fazer a mesma coisa, teve gente que escolheu não colocar em débito automático e pagou depósito mais caro. 

Alguns dias depois que chegou a conta com o valor do depósito. Esse valor deveria ter sido debitado sexta-feira, hoje eu fui ao banco e tirei um extrato e nada. Conversei com a Cintya que já passou por isso e ela me disse que é assim mesmo, antes de debitar de verdade eles vão me mandar uma sms avisando.

Hoje quando cheguei em casa tinha uma carta da companhia elétrica, abri e a conta passava de €200.00, mas eu deduzi que fosse o valor do depósito mas o valor desde o dia em que eu assumi a conta, eu só assumi dia 18/11 mas disse que havia entrado na casa no dia 01/11, mesmo assim eles cobraram a partir do dia 02/11. Então o valor até o fim de novembro não foi muito alto. Mas eu não fiquei só na dedução né, liguei lá e o atendente me disse que era isso mesmo. Menos mal.

Essa conta de eletricidade foi uma das coisas que me deu muita dor de cabeça aqui na casa, até cheguei a procurar outros lugares por que estava estressada demais com minhas coisas de banco e visto e ainda isso, o problema é que o pessoal estava relutante em pagar o depósito, ok eu também não tenho €50.00 sobrando (€200/4=€50 cada) mas se for necessário, fazer o que né. O valor do depósito geralmente é devolvido depois de alguns meses como crédito, ou seja você vai gastando e pagando a conta, num determinado mês sua conta vem e você não precisa pagar por que eles usaram o valor do depósito para tal. Por isso se você procurar casa e te cobrarem além do depósito do quarto o depósito de energia é por que as pessoas ali ainda não receberam o depósito de volta.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

GNIB, uma saga

Na última terça-feira eu finalmente consegui meu GNIB, que na prática é o visto definitivo de um ano.


Quando aterrissamos na Irlanda normalmente recebemos um visto de um mês, tempo necessário para providenciar os documentos e ir a imigração solicitar o visto definitivo.

Mas que documentos?
-Passaporte;
-Carta de matrícula;
-Seguro Governamental (ou particular com cobertura de €30,000.00 ou mais)
-Passagem de volta;
-PPS;
-Extrato Bancário;

Os quatro primeiros você precisa ter antes mesmo de chegar aqui, o seguro governamental você geralmente recebe no primeiro dia que vai a escola, mas com certeza já pagou por ele quando fez sua matrícula. Os outros documentos consegue aqui na Irlanda.

O primeiro deles é o PPS (Personal Public Service Number)que rusticamente falando podemos comparar ao CPF no Brasil. Pra conseguir o PPS a escola te dá uma carta e você vai ao Social Welfare Local Office  com seu passaporte, pega uma senha espera, quando te chamam preenche o formulário e espera cerca de 5 dias úteis até que a carta chega na sua casa, você não vai receber nenhum cartão é só a carta com o número mesmo, ou melhor um código pois também contem letras.

O segundo documento é o extrato bancário, mas pra ter o extrato você precisa de conta no banco e pra abrir a conta no banco você precisa da carta da escola. A minha escola só libera a carta do banco mediante apresentação da carta do PPS. Então com a carta do PPS que servirá de comprovante de residência mais a carta que a escola entrega, abre-se a conta no banco, e daí vem aquela bela história, três dias pra conta ficar aberta, então você pode fazer o deposito dos 3 mil euros no meu banco eu só pude solicitar o extrato no dia seguinte, mas o tempo de chegada também é de até cinco dias úteis, se fizer o depósito e solicitar o extrato no dia seguinte o extrato provavelmente chegará no mesmo dia que o cartão, a senha deve chegar dois dias antes.

Alguns amigos que estudam em outras escolas abriram contas sem a carta do PPS, mas isso também depende de qual agência e de qual banco sua escola vai te enviar. Algumas escolas liberam as duas cartas de uma vez e o processo é bem mais rápido, conheço gente que com duas semanas aqui já estava com o GNIB o meu levou 42 dias.

Antes de ir na imigração é bom conferir na escola se eles já enviaram a carta pra imigração, sim sua escola vai mandar uma carta lá, dizendo que você está matriculado e qual é o período do curso. O meu curso é de 52 semamas sendo 26 de estudo + 26 de holiday, então meu visto é de 1 ano.

Então na terça após a aula, munida de passaporte, carta de matrícula (a mesma que trouxe comigo do Brasil e mostrei no aeroporto), extrato, passagem de volta (não pediram pra ver) e seguro governamental, fui até a imigração.

Essa foi a parte mais rápida de todo o processo, cheguei lá por volta de 13:10, entreguei na cabine 15 meu passaporte, extrato e seguro governamental. O cara me disse pra esperar e foi pra lá com meus documentos, daí voltou e me disse pra ir na cabine 6 ou seja. não tive que pegar senha, como a maioria das pessoas, principalmente quem vai de manhã precisa fazer.

Na cabine 6 o rapaz conferiu meus documentos e perguntou qual escola era, eu entreguei a carta de matrícula e ele hoi lá pra trás com a carta e meu passaporte, depois de uns três minutos voltou com a carta que a escola tinha enviado e colocou uns dados no computador, me pediu pra olhar pra câmera pra tirar uma foto e depois pra pagar a bagatela de €150,00. Paguei com o cartão do banco mesmo, ou seja tirei dos € 3,000.00.

Ele me devolveu os documentos menos o passaporte e me pediu pra sentar e esperar, sentei e esperei cerca de 30 min até que me chamaram na cabine 1 pra pegar o passaporte e a carteirinha do GNIB. Ufa, um ano de visto.

Apesar de ter chego aqui no dia 17/10 só comecei a estudar no dia 24/10, e é essa informação que está na carta da escola, então meu visto vai até 24/10/2012, uma semaninha a mais. E apesar de no aeroporto ter recebido um mês de visto não fui questionada por ter ido depois desse prazo, na realidade conheço gente que foi com mais tempo e ouvi estórias de gente que foi com quase três meses aqui e não teve problema também.

Posts que você deve ler:
Imigrando: O número do PPS - Vida na Irlanda

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sistema Bancário Irlandês - Parte IV - Enfim o Fim

Pois bem haviamos parado por aqui da última vez que postei sobre os bancos irlandeses.

De fato depois que mudei meu endereço fui ao banco no dia seguinte e solicitei novos cartão e senha, pois é mudou de uma dia pro outro, não precisei esperar três dias. Isso foi na terça. Na quarta eu resolvi fazer o depósito, pedi ao caixa o extrato e ele me disse que eu teria que voltar no dia seguinte e solicitar no custumer service, então lá fui eu na quinta-feira e solicitei o extrato. No mesmo dia assim que voltei do banco já encontrei a senha, ou seja levou só 2 dias pra chegar, isso já me deixou mais animada. Hoje voltei da escola cheia de esperança de que o cartão estaria aqui e quem sabe o extrato também, mas não tinha nada, saí e fui ao mercado voltei ainda com alguma esperança mas nada de novo. Passei a tarde no meu quarto e quando saí pra tomar banho vi na mesinha do corredor algumas cartas, duas eram pra mim, o cartão e o extrato, o correio passou mais tarde  e meu housemate achou as cartas e colocou ali.

Muito mais aliviada abri as cartas e conferi, tudo certinho. Amanhã com o extrato vou a imigração logo após a aula, finalmente pegar meu visto pra ficar na Irlanda té outubro de 2012. 

Pra concluir, o sistema bancário daqui é diferente do nosso, as coisas precisam de dias pra entrarem no sistema, 3 dias pra conta ficar aberta, 1 dia pro dinheiro aparecer na sua conta, você pede um extrato e ao invés de imprimir, carimbar e assinar os caras te enviam pelo correio, mas apesar dos pesares funciona, lentamente como eu imagino que funcionava nos anos 1950 no Brasil, mas fazer o que aqui estou, tenho que me adaptar.

Só lembrando que o meu processo foi longo, muitas pessoas não enfrentam nenhuma complicação. Eu queria mesmo mostrar como o sistema de bancos funciona por aqui, mas eu só posso falar pelo "meu" banco, talvez em outros seja diferente.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Quando bate o cansaço

Vir pra Irlanda não foi fácil. A única parte fácil foi decidir vir. Mas entre o dia que eu decidi vir e o dia que eu embarquei cerca de 14 meses se passaram. Mas cá estou, e eu vim cheia de informações, com a certeza de que rapidamente tudo se resolveria.

Pois bem, eu fui sorteada e as coisas não estão correndo na velocidade esperada e desejada, nada que me leve ao desespero, conheço outras pessoas que assim como eu também tiveram problemas com o banco e com os correios, gente que mesmo com o visto provisório de um mês não teve nenhum problema quando foi até a imigração e gente que ainda está na correria.

Ainda não tenho uma solução para os meus problemas, mas as coisas estão encaminhadas, mas isso não impede que eu me sinta um pouco frustrada. Hoje, com um pouco mais de um mês aqui foi a primeira vez que realmente chorei. O pior é que foi bem quando estava falando com minha mãe no skype, eu não queria que ela me visse chorando, mas eu estva me sentindo tão frustrada e cansada que não aguentei. Eu sei que tudo vai se resolver e que vai dar tudo certo. Tenho certeza disso. Só queria que tudo já estivesse resolvido. Mas demos tempo ao tempo.


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Sistema Bancário Irlandês - Parte III - Post Office bonus

Olha hoje foi a primeira vez que me deu vontade de chorar aqui, e foi de raiva.

Minha conta está aberta desde o dia 07/11 meu cartão e senha deveriam ter chego no máximo dia 15/11 se formos contar os 5 dias úteis que eles dizem que demora, mas nada até agora. Então hoje depois da aula eu vim pra casa verificar se tinha chego alguma coisa, nada. Almocei rapidinho e fui ao banco. Fui atendida pelo mesmo cara que me atendeu da segunda vez. Ele verificou que o cartão tinha sido sim enviado, mas como ainda não tinha chego eu poderia cancelar aquele e esperar pra que outro fosse enviado mas se o primeiro enfim chegasse eu não poderia utilizá-lo ou esperar mais uns dias, como já esperei demais disse que iria querer outro cartão, mas queria mudar o endereço, pois bem, pra mudar o endereço leva três dias até atualizar. Isso mesmo, três dias pro novo endereço entrar no sistema.

Minha decisão foi mudar o endereço já que de qualquer forma eu não moro mais naquele e o atendente me aconselhou a ir no Post Office (correio) da minha região e verificar se havia alguma correspondência lá em meu nome, pois bem, liguei pro Marcelo que já tinha precisado ir lá e perguntei onde era, lá fui eu.


No Post Office o cara simplesmente olhou pra minha cara e disse que não tinha nenhuma carta lá que estava tudo na rua sendo entregue e se não fosse correspondência com código de rastreamento ele não poderia fazer nada. Assim, na maior boa vontade da face da terra. Não sei bem como é no Brasil, mas eu tenho certeza que não é essa bosta que é aqui. Como uma carta leva três semanas pra ser entregue?, e se nunca chegasse nada lá ou o endereço estivesse errado, mas eu tenho certeza que o endereço está certo até por que recebi outra carta lá que serviu de comprovante de residência pra abrir a conta no banco. Ou seja, incompetência do correio dessa vez.

O atendente do banco me disse pra voltar lá a amanhã e verificar se o endereço já havia mudado, por que o normal como eu disse é levar três dias, mas vai que os anjos me ajudam e muda antes. Pra mudar o endereço eu tive apenas que pegar um telefone lá na agência e falar com uma moça do teleatendimento, e essa parte foi complicada por que além do sotaque acho que ela estava com uma batata quente na boca, isso além de falar na velocidade da luz, tive que pedir várias vezes pra ela repetir, mas no fim deu certo, ela confirmou duas vezes o endereço novo e também foi bem simpática assim como o atendente.

A saga continua, e não tem previsão de acabar.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Um mês na Ilha Verde

"Isso a um mês atrás e anos atrás, quem acreditava em nós? negros pobres e pais com pouca instrução, porém não nos escondemos atrás da cor da nossa pele e nem da classe social e sim fomos a luta porque não, já atravessamos o atlântico e SIM, podemos mais somos capazes de realizar nossos sonhos SIM, nossos, pois a realização dos teus me deixam mais próximo dos meus, e SIM, voe o mais alto que puder porque SIM NÒS PODEMOS!!!!"  By Rodrigo M.A. - meu irmão


Pois é senhoras e senhores, ontem, 17 de Novembro, completei um mês na Irlanda, um mês morando em Dublin. A viagem foi longa como vocês puderam ler, mas valeu cada segundo vivido até agora.

Normalmente os brasileiros que viviam em cidades grandes no Brasil, São Paulo por exemplo ( como tem paulistano aqui) comparam Dublin a uma cidade do interior, pois pra mim de interior não tem nada. Saia a noite em Limeira pra ver se você encontra um viva alma na rua, e se encontrar é melhor desconfiar. Já Dublin tem vida noturna, centenas de opções de lugares pra ir, ok pub e balada, mas melhor que meia dúzia de barzinho, incluindo os ruins.

Além disso Dublin é uma cidade muito bonita, cheia de igrejas e prédios antigos, monumentos, e com muitos parques também, incluindo o maior parque da Europa o Pheonix Park.

Spire


Post Office





Portal No St. Stephans Green Park

St. Stephans Green Park

Obelisco Pheonix Park

Pheonix Park


Eu ainda não visitei muitas coisas aqui, e ainda não fui a muitos lugares, vou me dar tempo pra fazer isso afinal não estou aqui a passeio, estou vivendo aqui, tenho tempo pra descobrir vários cantos e me encantar várias vezes, um mês já foi, muitos estão por vir.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sobre "e se..." e "como o mundo é pequeno"

Eu sou uma pessoa ansiosa sabem, dá pra imaginar, já que esse blog começou em Janeiro, mas minha viagem só aconteceu em Outubro, e pra descarregar a ansiedade eu fiz o blog.

Pois bem, minha ansiedade não diminuiu por que eu aterrissei finalmente em Dublin, não senhoras e senhores, ela as vezes atinge alguns picos. Na minha primeira semana aqui eu quis agilizar os trâmites e dei logo entrada nos papéis do primeiro documento irlandês necessário para o visto. Acontece que eu precisava de um endereço e como não tinha um endereço fixo ainda utilizei o endereço da acomodação. O documento que leva normalmente 5 das úteis pra chegar levou 12, e nesse prazo eu já tinha o meu endereço, acontece que se tivesse esperado mais 4 dias até o primeiro dia de aula eu poderia ter dado o meu endereço atual e não precisaria ficar incomodando o responsável pela acomodação perguntando por cartas. E como esse documento serve de comprovante de residência pra abrir a conta no banco, eis que estou em outra espera, pelas cartas do cartão e senha  do banco. O Vinícius que veio no mesmo voo que eu usou meu endereço pra fazer a documentação dele, e já está com tudo certo, as cartas chegaram no prazo. Ou seja SE eu tivesse sossegado a periquita  e esperado um tiquinho não estaria sendo devorada pelo bichinho da ansiedade agora mesmo. Mas já que eu fiz errado o jeito é esperar.

Mudando de assunto...

A escola onde eu estudo tem convênio com apenas uma agência no Brasil pela qual eu vim. Ou seja todos os brasileiros zanzando pelos corredores da escola que vieram por agência vieram pela mesma agência. E não bastasse isso a Cintya que estuda na mesma sala que eu não só veio pela mesma agência como já tinha achado o blog quando estava procurando pessoas que também vinham pra Irlanda, mas como eu vinha 2 meses depois dela acabou nem entrando em contato, mas o destino fez sua parte hehe e pra ajudar rola uma fascinação mútua pela Grécia.


terça-feira, 8 de novembro de 2011

Sistema Bancário Irlandês - Parte II

Continuo achando o sistema precário. Primeiro as taxas, muitas pessoas me disseram que não sabiam o por que de não ter conseguido abrir conta de estudantes, inclusive a Cintya que estuda na mesma sala que eu e leu o blog. Parando pra pensar é meio absurdo mesmo, uma vez que eu fui ao banco com uma carta da escola que inclusive informava o período de estudo e a carta é a mesma pra todos os estudantes. Mas ok, vamos relevar e pagar os centavos quando necessário.



Ontem fui ao Bank of Ireland (BOI) e sim, minha conta "" estava aberta, fui atendida por outra pessoa mas no mesmo guichê, me deram um cartão de papel com o número da minha conta e da agência escritos a mão, com bic. Olha, é de uma modernidade sem fim, poderiam pelo menos usar máquina de escrever elétrica. Recebi a informação de que ainda ontem meu cartão e minha senha seriam enviados via correio devendo chegar separadamente. Como eu ainda estou usando o endereço da acomodação e não da minha casa, resolvi esperar pegar as cartas antes de fazer o depósito, assim não tenho pesadelos com outra pessoa usando meu precioso e suado dinheirinho. Leva cerca de 5 dias úteis pra que tudo chegue, veremos.

O atendimento de contas novas é feito até as 3:30pm, acontece que eu estava na fila e eram mais ou menos 3:10pm eu seria a próxima mas como tudo é preenchido a mão por quem está abrindo a conta o cara do atendimento olhou pra fila e disse que o atendimento ali era só até 3:30 e que ele só teria tempo de atender mais uma pessoa, eu no caso, tinham dois rapazes brasileiros atrás de mim, e atrás deles um casal, os meninos foram embora e o casal ficou considerando se iria ou se ficaria, falei com eles que o meu seria rápido se quisessem continuar na fila, e nisso engatamos um papinho. Como previ meu atendimento foi rápido e eu trouxe o pedaço de papel pra casa, me despedi do casal desejando boa sorte a eles. Me digam quando que no Brasil alguém te manda embora da fila? Eu pelo menos nunca vi isso.

Agora tenho que esperar os documentos chegarem, fazer o depósito e solicitar o extrato. Vamos ver quantas partes a saga ainda terá.


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Sistema bancário irlandês - Parte I

Ou seria sistema precário? Gente, olha.

Senta que lá vem a história... Do início de 2009 até setembro de 2011 eu trabalhei em instituições financeiras, uma banco público e uma cooperativa de crédito que atua como banco. Pois bem, por mais que a gente reclame do sistema, que "dá pau" toda hora, que é lento e blábláblá, o sistema bancário brasileiro é ótimo, tenham certeza disso. No Brasil você abre sua conta no banco, e já sai de lá sabendo o número dela, na maioria dos bancos você mesmo escolhe a sua senha e depois recebe um código que deve ser usado junto com a senha, sem contar os cartões multiplos e com chip. E assim que sua conta estiver aberta você já pode efetuar depósitos e fazer movimentações direto no caixa enquanto seu cartão não chega.

E vocês acham que aqui também é assim? Oh inocência!

Hoje fui abrir a conta no banco, depois de entregar documentos preencher formulários a mão (isso mesmo estamos na era da pedra lascada) a atendente me informou que a conta estará aberta na segunda-feira. Isso mesmo, eu não escrevi errado, você não leu errado SEGUNDA-FEIRA. São necessários 3 dias úteis pra conta passar a existir, tipo, nem sei, se bobear no Brasil em 3 dias você já está com seu cartão gastando no crédito. E é claro que enquanto a conta não é aberta, não posso depositar o dinheiro e eu preciso fazer o depósito, pedir o extrato e depois ir na imigração, mas isso é assunto pra outro post.

E ainda tem mais, pra ter conta de estudante eu precisaria estudar em período integral, mas como meu curso é só de 15 horas semanais, eu não tenho uma conta de estudante que seria sem tarifas, então minha conta tem tarifas. Eu pago €0.28 em todo depósito e em toda retirada. Sim aqui se paga pra COLOCAR dinheiro no BANCO. 

O que ouvi dizer é que o dinheiro também não entra na sua conta na mesma hora, e sim no dia seguinte. Segunda-feira terei mais informações reais sobre esse assunto polêmico. Olha, é de cair o queixo viu.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Casa, compras e aula

O que eu não contei no post anterior é como consegui a vaga onde estou. Pois bem, eu sempre olhei vagas no famoso e muito útil daft.ie. É o principal lugar onde as vagas aparecem, mas também olhava as vagas nas comunidades "Dublin para Brasileiros" e "Meninas de Dublin" no Orkut, sim gente, Orkut ainda vive e serve pra alguma coisa. 

E foi na primeira comunidade citada que eu vi o anuncio da vaga, mandei um SMS e nada de resposta, lembre que no facebook tinha uma comunidade com o mesmo nome, e plá, lá estava o anuncio de novo, deixei um comentário e uns 2 minutos depois o anunciante me ligou, marcamos pra eu ver a vaga no dia seguinte, vi, gostei fechei. Isso foi logo na minha primeira semana aqui, mas eu dei sorte, tentei várias outras vagas, mas elas sempre eram preenchidas com pouco tempo de anuncio. Foi ótimo ter escolhido duas semanas de acomodação por que se eu precisasse de mais tempo pra achar uma vaga teria, mas consegui logo, melhor ainda.

Ontem por estar com tosse e febre nem saí de casa, então nem tinha usado minha chave ainda, hoje cheguei em casa e nada da porta abrir. Quase tive um treco, gira pra cá, gira pra lá e nada. Mandei um SMS pro rapaz que me passou o quarto e ele me disse pra dar uma puxadinha na porta quando girasse a chave, abriu. 

Aliás eu estava carregada de compras e pro lado de fora. Foi a primeira vez que fiz compras de uma forma quase organizada, fiz uma lista ontem a noite com as compras da semana. Aqui na casa o espaço pra guardar as compras é pouco então é preciso comprar semanalmente.

Eis o que comprei, com € 16.90



















Não comprei só coisas saudáveis, inclui chocolate e salgadinho e uma guloseima que é croinssants recheados com chocolate, mas isso serve como lanche na escola. Mesmo assim comida pra semana toda por menos de €20 e eu vim com a ideia de gastar até € 25 por semana, mas eu não comprei nada pro fim de semana como pizza  congelada ou outras coisas, então ainda posso gastar mais um pouquinho. E eu ainda preciso aprender a fazer isso direito, acho que até dezembro pego o jeito de fazer compra.







Hoje a aula foi bem interessante, capítulo novo no livro e vários alunos na sala, o bom é que hoje realmente teve o mix de nacionalidades que a gente espera no intercâmbio. Estavamos em 12 alunos. 5 brasileiros, 3 espanhóis, 2 japonesas, 1 coreana, 1 francesa. Foi bem interessante.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Malas vazias

Faz duas semanas que cheguei na Irlanda, e hoje foi dia de mudar pra um logar "definitivo". Aspas porque aqui nada é realmente definitivo, esse é um bom lugar pra mim agora, espero que seja por um bom tempo, mas nada garante que vou ficar aqui por mais 11 meses. É preciso lidar com a volatilidade das coisas.

Fiz uma boa escolha, tenho um quarto só pra mim, com uma guada-roupas e comoda só meus, e meu Deus, como eu trouxe coisa. Vim do Brasil com uma mala grande e uma pequena mais a mochila, pra mudar somei a isso algumas sacolas, mas ainda tem espaço no guarda-roupas o que certamente é um problema quando a pessoa gosta de coisas novas. Mas compras estão fora de questão por hora.

Os housemates parecem ser bem legais, um casal de gaúchos e um marroquino que fala 5 línguas, então quando o marroquino está o ideal é falar inglês, até por que é falta de educação ficar conversando em uma língua que a pessoa não entende.

É isso minha gente, tenho um lugar pra chamar de meu, espaço nos armários no freezer e na geladeira. Amanhã faço a compra da semana de forma decente :)

domingo, 30 de outubro de 2011

A Primeira semana na escola

Como eu já havia dito, vou falar um pouco da primeira semana na escola.

Pra quem cair de para-quedas aqui, eu estou estudando na The English Academy. Ao contrário do que disse no post anterior meu nível na verdade é intermediário, o recepcionista da escola havia me dito isso, mas como nós usamos o livro do Upper Intermediate achei que ele tinha se confundido. Estou bem nesse nível, mas sinceramente acho que vou mudar de turma logo, logo.



A primeira semana foi tranquila, as aulas são bem parecidas com as que eu tinha no Brasil, usamos o livro e também muitos xerox pra auxiliar na gramática, a maioria dos exercícios são feitos em duplas ou trios, depende do número de alunos na sala, e essa semana também fizemos um exercício em 2 grupos, passar três horas por dia lendo, escrevendo e falando em inglês ajuda muito a aumentar o vocabulário que é minha maior fraqueza, então realmente estou gostando.

Eu estou na turma de um professor que não é exatamente muito amado pelos alunos, na sexta-feira, uma aluna espanhola e ele não chegaram num acordo e o clima pesou.

Tivemos lição de casa todos os dias, menos na sexta-feira. Sexta aliás é dia de fazer o teste sobre o que aprendemos na semana, eu avalio que fui bem, pois fiz 41 dos 59 pontos possíveis e fiquei com uma nota bem próxima a de quem já está na turma a mais tempo, por isso mesmo acho que logo poderei mudar de nível. 

A escola é boa, ajuda sim o aluno a aprender, mas a dedicação maior tem que ser de quem está estudando, você terá o suporte que precisar, desde que procure por ele.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Uma semana de Irlanda, primeiro dia de aula

A primeira semana passou muito rápido e olhe que eu não fiz milhares de coisas e ao contrário de algumas pessoas não comecei a estudar imediatamente.

Eu ainda ando pela rua esperando ficar chocada com o fato de ter saído da minha casa, atravessado o oceano e aterrissado aqui, pra fazer algo que sempre quis, mas olha, ainda não choquei, talvez por que passei tanto tempo planejando essa viagem, tenha me enchido de informações e tenha saído do Brasil com a certeza de que essa é a coisa mais certa que eu poderia faze.r Estou simplesmente vivendo minha vida aqui, simplesmente continuando em um outro lugar.

A minha semana, como já disse não teve grandes acontecimentos, ainda não fui a nenhum pub, e também não comi em restaurante irlandês ou brasileiro, estou tentando não ter despesas desnecessárias, e como eu pretendo ficar aqui por um ano, terei tempo de provar os sabores que Dublin.

Ontem eu fiz algo que no Brasil jamais faria, saí em domingo chuvoso, fomos até o Pheonix Park, mas de verdade esse passeio nem conta, por que estava chovendo demais e não conseguimos fazer nada além de um pic nic micado num lugar coberto que graças a Deus tinha lá, tiramos algumas fotos e voltamos. Fomos de Luas, que é um tipo de metro de superfície é um meio de transporte bem interessante e eficiente. Sair num domingo de chuva, ou simplesmente sair num domingo já é um passo pra longe da minha normal apatia, eu quero fazer algumas coisas de um jeito bem diferente do que normalmente faria no Brasil.
Eu dentro do Luas

Luas, por dentro ;)

Obelisco




Na volta do parque andamos um pouco pelo centro e depois eu passei no mercado pra fazer algumas compras, eu ainda não aprendi a fazer compra direito, comprei algumas coisas anotadas, mas esqueci por exemplo de comprar algum tempero pro arroz, vou fazer só com óleo e sal, espero que não fique intragável. Na volta do mercado estava caindo uma chuva calma, mas de vez enquanto rolava algumas rajadas de vento, e lá se foi minha sombrinha, isso antes da metade do caminho, então andei o resto do caminho na chuva, mas é muito bom entrar numa casa que tem aquecimento, nada de ficar horas tentando se aquecer, só um banho e pronto, a casa já está quentinha, você também, just enjoy.

Hoje foi o primeiro dia de aula. Minhas aulas começam as 9:30 e vão até as 12:45 e temos um intervalo de 15 min as 11:00, então é bem tranquilo, pelo menos pra quem está empolgado. Fui colocada no nível Upper Intermediate, e acho que fui bem alocada, pelo menos não tenho grandes facilidades ou dificuldades, consigo acompanhar a aula e entender a maior parte do que o professor fala, mesmo com o sotaque daqui. Ainda não tenho o livro por que é preciso que eu tenha certeza de que esse é mesmo meu nível, que eu não vou subir ou descer pra ter um, se for pra mudar de turma espero que seja pra cima. Todo dia tem lição de casa e toda sexta tem prova e lição de casa em dobro foi o que ouvi dizer, já fiz minha lição de hoje, e vou tentar fazer sempre logo depois que almoçar, assim não corro o risco de deixar pra depois e esquecer.

Vou falar mais da escola no fim da semana, e depois só no final de cada mês completado estudando, ou seja todo dia 24, pelo menos é o que espero.

That's all folks!


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Passeio e compras

Ontem quarta-feira, fui com Heitor, Ana, Aline e mais algumas pessoas que eu deveria lembrar o nome, mas não lembro, até o National Botanic Gardens aqui em Dublin.








Fomos a pé saindo do centro, andando mais do que necessário e parando no meio do caminho, então realmente não sei quanto tempo levamos pra chegar lá. Mas chegamos tarde por que andamos pelo parque, que é bem grande, verde, bem cuidado e interessante e visitamos o Roses Garden, e quando terminamos de fazer isso as estufas já estavam fechadas, então não deu tempo de ver tudo. Mas eu vou voltar lá, mais cedo, pra conseguir ver mais coisas, mas vou voltar logo, por que o fato de ser muito arborizado significa bastante sombra, e se passamos frio ontem, imagine daqui um mês.

Hoje depois de resolver uma das burocracias estudantis da Irlanda, fui dar uma volta no centro com a Aline, a Giovana e a Michele, eu já conversava com a Giovana a algum tempo, ela chegou em Dublin no domingo e eu na segunda e ainda não tinha dado tempo da gente se encontrar pessoalmente, então marcamos no Spire e ficamos girando ali pelo centro mesmo, aproveitamos e entramos no Jervis Shopping.

Eu não tinha nenhuma intenção de comprar casacos hoje, estava com medo de gastar demais, então ainda estava na fase de só olhar os preços, já havia entrado em duas das lojas que todo mundo diz serem as mais baratas, pois bem, como estávamos no shopping acabamos entrando na Forever 21.


Vou te contar uma coisa, melhor escolha da minha vida. Tinha muita coisa em liquidação e comprei três casacos por € 27.97, e isso não é preço unitário, os três saíram por esse preço. Imagino que seja liquidação das peças de coleção passada, mas eu não ligava pra isso no Brasil, vou ligar aqui por que? Enfim pelos preços que tinha visto nas lojas "baratas" achei que gastaria uns €70.00 pra comprar três casacos, ou seja, tô  mega no lucro. Isso me deixou realmente feliz.
€10.99

€8.99

€7.99


O que eu tinha planejado comprar hoje e comprei eram meias-calças mais grossas e gorros, comprei só um gorro por que não gostei dos outros, duas meias, uma fio 100 por €3.00 e uma fio 200 por €4.00 e ainda um pacote com cinco pares de meia por €3.00. 

Eu não pretendo comprar mais nada além de comida nos próximos dias, não vou me deixar enganar pelos preços, já tenho a quantidade necessária de roupa. Mas eu fiquei bem feliz com as minhas despesas de hoje.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Uma longa Viagem

Por si só a viagem até Dublin já é bem longa, são aproximadamente 11h de Guarulhos até Amsterdan e depois mais 2h até Dublin, mas eu já estava psicologicamente preparada pra isso.

Foi a primeira vez que eu viajei de avião, e eu não tive medo, nem achei apertado demais, mas eu não sou padrão, por que sou magra e pequena, e passar vária horas sentada era o que eu fazia no me trabalho, nos dias mais loucos só levantava na hora do almoço e na hora de ir embora. Então essa parte não foi suave mas foi suportável.

O que acontece é que ontem o famoso vento de Dublin estava atacado, e o avião vindo de Amsterdan primeiro enrolou um pouco pra tentar condições de pouso e tentou pousar, isso mesmo TENTOU, por que teve que arremeter, agora imagine eu sentada na janelinha, sentindo o avião tremer, e vendo a turbina, bem ali do meu ladinho balançando, não foi legal viu.
Minha primeira visão da Ilha ;)

Onde nós realmente fomos parar =/

Depois de arremeter o voo foi desviado pra Shannon, cidade a cerca de 300km de Dublin, lá estava chovendo mas o pouso foi tranquilos, muitos passageiros aplaudiram quando o avião finalmente pousou. Tivemos que esperar cerca de 1h dentro do avião pois a companhia aérea estava providenciando ônibus pra nos trazer até Dublin. Então foram mais 3h de viagem de Shannon até Dublin, chegamos aqui por volta das 19h e eu peguei um taxi até a minha acomodação, chegando aqui SURPRESA, não tinha ninguém. 

Isso mesmo dei com a cara na porta, como descemos em outra cidade lá não tinha onde comprar créditos pro Vodafone, eu já tinha o chip, presente da agência, mas precisava carregar. Então a taxista (sim uma mulher dirigindo um taxi) me levou num mercado aqui perto, comprei alguns créditos, fiz algumas ligações e quando nós voltamos já tinha gente aqui, eu entrei e alguns minutos depois o responsável pela casa chegou me explicou algumas coisas e me deu as chaves, então eu liguei pra minha mãe, depois tomei banho, os rapazes aqui da casa, um francês e um espanhol, me levaram em um mini mercado aqui perto e eu comprei algumas coisas pra comer (miojo, leite e bolacha). Comi, falei com muita gente no faceboock,falei com minha mãe no skype e fui dormir quase meia-noite. 

Foi assim que Dublin me recebeu, com muito vento e frio, nada inesperado :)

Antes de partir

É claro que antes de sair do Brasil rolaram algumas despedidas, não poderia ser diferente, passar um ano longe de todos e nem dar uns abraços de derrubar algumas lágrimas, só se eu fosse a pessoa mais sozinha do planeta.

Pessoal do trabalho. Um botequinho na última semana de trampo.


Amigos de infância, que bom que eu cresci continuamos juntos :)

Ma Che! He is Bond. 2 anos bem divertidinhos.

Amigas de faculdade e seus maridos, pessoas que realmente amo.

Tia. AMO.

Uma parte da família, a meio caminho do aeroporto.


Mãe!

Cunhada, sobrinha e irmão

Vovó

Não deu pra me despedir de todo mundo pessoalmente, muita gente me ligou, outras tantas pessoas me deixaram mensagens nas redes sociais por aí. Eu posso dizer que é difícil partir e deixar todos por um tempo, mas é bom sentir a manifestação do carinho que as pessoas tem pela gente.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Fora dos planos

A gente planeja, planeja, faz listas, cotações, mede e pesa, mas ainda assim algumas coisas saem fora dos planos.

Eu encomendei a bateria do meu notebook, mas a bendita não chegou a tempo, então vou ter que usar o bonitinho grudado na tomada, se um dia eu tiver dinheiro pra comprar outro, é o que farei, eu só ia mesmo trocar a bateria porque no momento era o máximo que eu não podia gastar.

Sempre me planejei pra levar só uma mala, pois bem, eis que hoje fui fazer minha mala, praticamente pedindo a Deus que coubesse tudo lá dentro, mas não coube, o pior é que por um momento achei que tinha dado, mas tinham coisas atrás de mim, então lá vou eu comprar uma mala pequena amanhã, pra acabar de guardar minhas coisas, primeiro vou levar a mala grande e a mala de bordo pra pesar, assim se alguma das duas estiver fora do peso permitido já aumento o tamanho da segunda mala de porão.

Nem tudo sai como se planeja, mas tudo pode ser remediado.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Uma olhadinha

Olha, eu não sei quem teve a magnifica ideia de fazer o Google Street View (sim, eu poderia procurar, mas a preguiça me impede), mas eu queria dizer Sr. Inventor do Google Street View, meu parabéns, que ideia genial, mesmo.

Gente pra quem está indo pra uma cidade em que as pessoas costumam andar muito a pé, e principalmente, se você é um humilde estudante, você andará a pé, poder olhar o caminho, e não apenas uma mapa que mostra a cidade do alto, mas o caminho mesmo, com lojas, e restaurantes e estátuas, igrejas, ver por onde você passará, já dá um tremendo alívio.

É claro que eu vou me perder, e vou precisar pedir ajuda, não há mal algum nisso, mas poder desde já, desvendar Dublin, é algo que alguns anos atrás só seria possível através de poucas imagens soltas, e mesmo assim, eu não poderia colocar o endereço da minha acomodação e do shopping e ter duas opções de como chegar.

Só pra deixar claro, primeiro eu coloquei o caminho acomodação - escola, mas eu não vou pra escola no dia que chegar, então, o caminho pro shopping me pareceu uma boa alternativa.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

As burocracias nossas de cada dia

Hoje, fui com minha mãe ao cetro da cidade fazer a procuração de plenos poderes pra ela. A coisa é menos descomplicada do que eu esperava, e quase não dá tempo de ficar pronta antes de eu viajar, fui em dois cartórios e nos dois me disseram que levava uma sena pra ficar pronto, mas no segundo o atendente estava de bom humor e quando eu lamentei que não daria tempo ele me perguntou a data da viagem e disse que então aprontaria o documento pra sexta-feira.

De lá fomos até meu antigo local de trabalho, mesmo com procuração de plenos poderes minha mãe precisa fazer uma cadastro de procuradora, fizemos e voltamos pra casa.

A tarde uma atendente da minha operadora de celular me ligou e tentou desbloquear meu aparelho (que descobri já ser desbloqueado), eu nem disse pra ela que já tinha descoberto que já era desbloqueado, então ficamos uns 15 minutos no telefone, eu sendo amável daqui, ela sendo amável de lá.

No início da noite meu irmão veio em casa eu eu já fui logo pegando o chip dele e testei, meu celular realmente já é desbloqueado. Uma preocupação a menos.

Preciso comprar um par de luvas, uma mulher amiga da minha mãe diz que fez dois gorros e dois pares cachecóis pra mim, estou aguardando. E agora começam aqueles detalhezinhos, um creme que faltou, um frasco correto pra levar na bagem de mão...

domingo, 9 de outubro de 2011

Domingo que vem

Pois é, minha última semana de Brasil está pra começar, e eu estou terrivelmente nervosa.

Faz uns dias que estou tentando colocar as ideias em ordem pra escrever aqui, mas não tem dado certo, eu fico um bom tempo sem fazer nada, ouvindo música, mas não consigo organizar a mente pra escrever. Mas vou tentar.

Ontem fui a farmácia e comprei os remédios que vou levar, além desses comprei ainda um shampoo e um condicionador e um creme pra depilação que eu adoro, e a conta ficou bem menor do que eu esperava. Menos mal. Também comprei remédios pra duas meninas que já estão em Dublin e pediram ajuda. Aproveitando que já estava na farmácia pedi pro cara que trabalha lá pra levar minha mala pra pesar sábado que vem, apesar da balança estar desligada ele disse que liga ela pra que eu pese.

Uma coisa que tem me deixado nervosa é essa greve dos bancos, acho que preciso levar a procuração no meu banco, e uma amiga minha que é bancária me disse que a greve não termina essa semana, ou seja, vou fazer a procuração e deixar com a minha mãe, caso ela precise usar vai direto lá no banco, se der algum rolo, vai no Procon, procura um advogado sei lá, mas eu não vou adiar minha viagem por causa disso, não mesmo.

O celular, aparentemente está desbloqueado, só preciso testar co chip de outra operadora, aqui em casa todo mundo usa a mesma operadora. A bateria do notebook está encomendada e deve chegar na quinta-feira. Só falta mesmo a procuração e imprimir o extrato co Travelex Mastercard, mas o extrato vou imprimir na véspera da viagem.

Preciso de um calmante.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Uma questão de segurança

Como eu já havia escrito aqui e aqui, quando fechei meu pacote de intercâmbio, contratei apenas o seguo governamental, que na prática só serve pra coisas sinistras como perda de membros e morte (wtf?). Então estava mesmo preocupara em viajar sem um seguro de verdade.

Pois bem, faz algumas semanas contratei o famoso seguro GTA Bronze Student. Fiz a transação com Go To London, tudo on line e via telefone muito prático e rápido, e com um ótimo atendimento. Como não anda sobrando muita grana, fiz o seguro por 6 meses e pretendo renovar ao fim desse prazo, a empresa pode aceitar ou recusar a renovação, nunca vi alguém reclamar de não terem aceitado.

Apesar de ser o seguro mais básico, li vários elogios sobre a facilidade de utiliza-lo quando necessário e da cobertura ser suficiente. Então, como com saúde não se brinca, vou protegida.

Além disso o seguro tem alguns diferenciais como indenização de bagagem, ou seja se você chegar no seu destino  e sua mala não, você pode utilizar um valor determinado pra comprar algumas roupas e o seguro lhe reembolsa. Sim, isso pode acontecer.

É melhor não dar sorte ao azar.