terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Caos

Eu realmente acredito que se preparar pra um intercâmbio com antecedência seja uma coisa boa. Dá tempo de pesquisar, escolher, ter certezas e incertezas que a pressa e a correria não permitiriam.

Eu criei esse blog justamente pra poder extravasar minhas ansiedades. Meu objetivo principal com certeza não é falar sobre o que muitos já falaram, existem blogs muito melhores que o meu e que falam de uma realidade que eu ainda não conheço. Mas eu tenho amigos e família que um dia vão querer saber sobre como foi o "meu processo" até, durante e depois do intercâmbio, eu espero que eles tenham interesse pelo menos.

Quem tem blog sabe que as vezes dá uma vontade louca de escrever, que de repente um post fica pronto na sua cabeça, e isso geralmente acontece comigo quando estou longe do meu computador. Por isso a ausência de quase meio mês. A necessidade de colocar as coisas em ordem não me permite simplesmente vir aqui e escrever um post meia boca. Eu não envio e-mail meia boca, eu não faço comentários meia boca. Eu prefiro o silêncio à falácia. Por algum tempo vou ficar mais quieta, pensando no que seria interessante dizer. Eu preciso desse blog pra despejar meus anseios específicos, mas eu estou mesmo num momento em que  preciso me concentrar no presente, no mês corrente, nos meu amigos daqui, no meu trabalho. A vontade é sim de ganhar na mega sena e viajar amanhã, mas a realidade não me permite isso hoje, dentro de alguns meses estarei realizando mais um grande desejo, e até lá o caos estará no meu dia-a-dia com tanta coisa que tenho pra resolver até que O DIA chegue. Vou aproveitar o hoje. É tudo o que eu tenho. Sem perder o sono, sem fazer contas, sem caos.

2 comentários:

  1. Oi Karina!!
    Eu entendo bem isso que você está querendo dizer. Quando criei meu blog ano passado sentia a mesma coisa, mas agora conforme a coisa esta se materializando vai dando cada vez mais vontade de postar e contar para os outros como está sendo. Hoje, faltando 19 dias para agente ir ( vou com meu noivo ) sinto que eu durmo, me alimento e vivo de Irlanda, nesse momento da minha vida é isso que eu sou e isso só vai mudar no momento que em pisar em Dublin, finalmente voltar a viver sabe? Loucura né... eu sei. Pode deixar que sempre que der vou vir dar uma passada aqui pra ver como andam as coisas contigo. Um beijão e boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Karina! Obrigada pelo comentário, posso dizer que cada segundo de espera vale a pena... alimentar o blog não é fácil, mas totalmente válido. Não desiste e continua compartilhando essa experiência porque muita gente se anima justamente por ver que não é impossível (;

    Beijo!

    ResponderExcluir