domingo, 29 de maio de 2011

Motivações



As pessoas sempre perguntam por que eu quero fazer intercâmbio e por que um ano.

Eu não faço a mínima ideia de quais são os motivos das outras pessoas, mas os meus são tanto pessoais quanto profissionais.

Os pessoais envolvem principalmente auto-conhecimento, desafio e a vontade que eu sempre tive de conhecer várias partes do mundo.

Eu sempre tiver aquela certeza de que iria sair do Brasil e passar algum tempo fora, nunca antes de agosto de 2010 tinha pensado em ficar uma ano, ao longo da faculdade eu pesquisei algumas vezes sobre intercâmbio, e o meu máximo eram 12 semanas, período que eu considerava suficiente pra aperfeiçoar meu inglês e não perder contatos aqui no Brasil. Mas a gente muda, amadurece, e a ideias também mudam. Pensando bem acho mesmo que eu tinha medo de tudo dar errado. Agora eu não tenho medo não.

Os motivos profissionais são aqueles bem simples que qualquer pessoa que tenha saido da faculdade e esteja a procura de um emprego ou de um emprego melhor sabem. Inglês é fundamental. Desenvolvi até uma teoria sobre isso.

Se hoje as vagas pra quem tem formação universitária pedem inglês avançado ou fluente, imagine daquei há 10 ou 20 anos? e nesse período eu estarei trabalhando, não posso ficar pra trás desde o começo. Sim, que quero fazer minha pós graduação, sim, eu quero empregos melhores, mas eu sei que se colocar a pós antes do intercâmbio, vou me enrolar e acabar me contentando com um inglês que vai beirar o bom, mas nunca vai ser bom como poderia ser com uma imersão de um ano.

Sei que vou ganhar muito mais que um inglês bacana, sei que vou fazer amizades de vida inteira, sei que vou conhecer lugares e ver paisagens que eu nunca imaginei. E vou voltar, retomar minha vida, fazer minha pós, conseguir empregos melhores...

Nenhum comentário:

Postar um comentário