quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Quando bate o cansaço

Vir pra Irlanda não foi fácil. A única parte fácil foi decidir vir. Mas entre o dia que eu decidi vir e o dia que eu embarquei cerca de 14 meses se passaram. Mas cá estou, e eu vim cheia de informações, com a certeza de que rapidamente tudo se resolveria.

Pois bem, eu fui sorteada e as coisas não estão correndo na velocidade esperada e desejada, nada que me leve ao desespero, conheço outras pessoas que assim como eu também tiveram problemas com o banco e com os correios, gente que mesmo com o visto provisório de um mês não teve nenhum problema quando foi até a imigração e gente que ainda está na correria.

Ainda não tenho uma solução para os meus problemas, mas as coisas estão encaminhadas, mas isso não impede que eu me sinta um pouco frustrada. Hoje, com um pouco mais de um mês aqui foi a primeira vez que realmente chorei. O pior é que foi bem quando estava falando com minha mãe no skype, eu não queria que ela me visse chorando, mas eu estva me sentindo tão frustrada e cansada que não aguentei. Eu sei que tudo vai se resolver e que vai dar tudo certo. Tenho certeza disso. Só queria que tudo já estivesse resolvido. Mas demos tempo ao tempo.


4 comentários:

  1. Olá, Karina!
    Já faz um tempo que venho acompanhando seu blog (as conquistas, frustrações e ansiedades). Estou no início do meu planejamento para um futuro intercâmbio. Nunca havia comentado antes, mas achei que o momento veio a calhar. Imagino que seja um tanto desagradável estas coisas acontecerem. Mas sabe de uma coisa? Acaba que são momentos inmportantes. Prova que somos fortes, que contra tudo e contra todos, sobrevivemos. Veja só até onde você já chegou! O quanto você caminhou! Não vale a pena se entristecer por pouca coisa (sim, pouca coisa. Foram 14 meses de trabalho árduo - isso sim é motivo de muito orgulho).
    Você é um exemplo a ser seguido!
    Te desejo o melhor nesta jornada.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Eu consigo imaginar, chega uma hora que a gente vê que nada está saindo como o esperado, e bate o desespero/tristeza.
    Mas o mais difícil foi largar tudo e todos e vir para o outro lado do mundo, para lidar com os problema aqui só precisamos de paciência.
    Relaxe que tudo vai dar certo. A data do meu passaporte estava com 20 dias de atraso e deu tudo certo, nem me questionaram sobre isso.
    Eu acho que o problema maior é passar toda essa situação para a família, principalmente para as mães... eu lembro nas primeiras horas que eu cheguei e odiei a casa de família, e liguei para a minha mãe e comecei a chorar, coitada, ficou desesperada.
    Em relação ao statement, vc pode ir na sua agência e pedir um que eles fazem na hora, é um papel em branco que eles preenchem algumas coisas (a caneta) e depois o gerente assina e carimba, assim vc não precisa esperar o original chegar pelo correio.
    E quando seu visto sair, vamos todos tomar umas pints para comemorar! o/

    ResponderExcluir
  3. Oi Karina não desanima não eu também passei um sufoco danado logo que cheguei diferente do seu mas foi trash amanhã te conto. Você sabe aquilo que não te mata te fortalece eu sei que você é forte, decidida e tudo vai dar certo e outra estamos na IRLANDA aonde tudo caminha à passos de tartaruga. Mas quando você se sentir triste liga, grita, manda sinal de fumaça, SMS que a gente (Eu a Laressa)pode tentar de animar tá? Não esquece a gente ta no mesmo barco. Até amanhã!!! Bjus
    Cintya

    ResponderExcluir
  4. olá Ka, talvez não seja de grande valia meu comentário, afinal estou bastante longe, mas palavrinha de amiga de infancia deve valer alguns trocados... Na nossa curta vida é impressindivel momentos dificeis, quanto mais dificil melhor, até porque é em meio a dificuldade que notamos: o qto somos fortes, sentimos o qto crescemos e por ultimo e não menos importante o qto somos amados e observados... Se tua mãe te viu chorar, ela notou que mesmo tendo coragem e grandeza suficientes pra ir pra longe dela, ainda é com ela que vc se desmacha e isso pode parecer triste, mas ela sabe que sempre é pra ela q vai correr qdo precisar, e mesmo atraz de uma tela de computador encontrará os olhos orgulhosos de uma mãe ao ver a filha lutar e VENCER!!! Tenhapaciencia e Fé querida, ja es uma vencedora!!! Bjs, fica com Deus! Vivi

    ResponderExcluir