segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Natal

A grande diferença entre o o Natal comemorado no Brasil e o Natal comemorado aqui na Irlanda é que a nossa ceia é na noite do dia 24 ou na madrugada do dia 25 para aqueles que só comem após a meia noite, aqui os irlandeses tem a ceia no dia 25.

Me convidaram pra uma ceia multi nacional bem antes do Natal, mas na noite do dia 23 enquanto eu estava num encontro do Couch Surfing (preciso fazer um post sobre o Couch Surfing)  as pessoas se desentenderam, no sábado acordei com uma mensagem nenhum pouco animadora no meu celular. Soluções foram tentadas ao longo do dia, mas nada se resolveu, as 7pm eu ainda não tinha lugar pra passar a ceia de Natal, comecei a chorar e lembrei que a Ana ia participar de uma ceia com outros brasileiros, mandei mensagem pra ela que me disse pra ir pra lá e não me preocupar, peguei meu vinho e fui.

Foi uma tradicinal ceia brasileira, com peru, farofa com passas, maionese, muitas risadas, lembranças sobre brincadeiras, Chaves e Chapolin, novelas e seriados. Foi muito animado e cheguei em casa depois das 5am. 

No dia 25 eu não saí de casa, dormi até as 2pm e só levantei da cama as 4pm por que estava morrendo de fome. Depois liguei na casa da minha avó e falei com minhas tias, meus pais e minha vó, saudades de todos.

O Natal não saiu como planejado, mas foi um bom Natal.

P.S.: No E-Dublincast especial de Natal algumas outras diferenças entre o nosso Natal e o Natal comemorado  aqui pela Europa foram o assunto.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Nevou!

Na terça-feira eis que estava eu a lavar a louça do café da manhã quando olho pela janela pra ver como estava a chuva, vi uns floquinhos brancos caindo entre os pingos de chuva, continuei a encarar e os flocos aumentaram. Neve, pela primeira vez na vida eu estava vendo neve de verdade. Imediatamente mandei torpedos pra vários amigos. Pouco minutos depois a neve parou mas continuou a chover, saí pra ir pra escola e no caminho voltou a nevar. Eu fiquei tão feliz, mas tão feliz, na rua, e neve caindo, ok que o amado vendo de Dublin [ironia] estava furioso e lá se foi minha sombrinha, mas não tem problema.

A tarde nesse mesmo dia voltou a nevar, eu feliz da vida liguei pra minha mãe, assim que ela atendeu eu só disse "tá nevandoooo" ai que felicidade. Mas nesse dia foi só isso, a neve derretia antes mesmo de chegar no chão, nada de cenário branco, nada de bonecos de neve. Esse foi o dia de amostra grátis de neve.

Desde quarta-feira meu forecast mostrava previsão de neve pra sexta, e eu na esperança, ontem as 11 da noite estava -1º então era quase certeza que teria neve. Pois bem, acordei de manhã com a mensagem da Cintya "olha pela janela" mais que depressa levantei e vi tetos brancos, ai que emoção, estava caindo uma neve bem fininha, tipo garoa de neve. Me troquei e abri a porta da frente pra tirar fotos da rua, mas minha câmera digital morreu, em minhas mãos, no primeiro dia de neve decente.




Com um misto de alegria pela neve, ódio pela câmera falecida tomei café e saí pra rua a caminho da escola, usei meu bom e velho celular pra registrar algumas imagens da neve que já estava começando a derreter uma vez que o tempo estava abrindo e o sol surgindo, dei uma leve escorregada na esquina, mas não cheguei a cair. Na volta da escola ainda tinha um pouco de neve não derretida na rua, e olha que nem foi uma nevasca hein, daí até dá pra entender quando o pessoal reclama da neve, se um tiquinho desse não derrete em poucas horas imagine um montão. Mas eu quero um montão, quero bonecos de neve, guerra de neve, anjinho de neve, depois pode fazer 12 graus.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Sistema Bancário Irlandês: Internet Banking

No dia em que eu abri minha conta, perguntei para a atendente sobre acessar a conta pela internet, ela me disse que quando eu recebesse o cartão viria um número de telefone e eu deveria ligar naquele número e seguir os procedimentos.

Pois bem, o cartão chegou, o tempo passou e só na semana passada eu resolvi ligar no tal número, mas eu liguei a noite lá pelas 21h então não fui atendida, então acessei o site do banco e me cadastrei, ao final do cadastro, eu jurando que iria receber algum código #cejura que nada, recebi uma mensagem informando que meu PIN (Personal Identification Number) chegaria em meu endereço em 5 dias úteis.

Pois é chegou hoje, dentro do prazo, então eu tive que ligar novamente pra ativar o número. Diferente do que acontece no Brasil onde normalmente você escolhe sua identificação, quem me passou a identificação foi a moça do teleatendimento. Pra confirmar e liberar meu PIN eu tive que passar algumas poucas informações, coisas que a gente está acostumado a fazer no Brasil por exemplo quando liga no atendimento do cartão de crédito, nada demais.

Logo que terminei essa parte já consegui acessar minha conta pela web, bem fácil. A grande vantagem é que se você faz compras com seu cartão de débito (laser card) pode ver seu saldo na hora via internet, mas se for tirar extrato no caixa eletrônico talvez não apareça. Isso mesmo gente, nem sei como explicar mas é isso, o caixa eletrônico demora mais pra receber a informação. Por que? Sei não.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Conhecendo pessoas

No Brasil minha vida social era bem fraca, eu só saia com alguns amigos uma ou duas vezes por mês, o que basicamente significa que eu ia do trabalho pra casa e de casa pro trabalho, no último ano também por estar economizando, mas eu não sou o tipo de pessoa que gosta de balada, então eu não tinha esses amigos de curtição, só os de longa data mesmo.

A maioria das pessoas que vem pra Dublin vem sozinhas, é claro que tem pessoas que vem com irmãos, primos, amigos, namorados, etc. Mas a maioria vem sozinho, tem algum amigo do cunhado do vizinho, e mesmo assim esse amigo do cunhado do vizinho já tem uma vida em Dublin e você não quer ficar se metendo.

Eu vim sozinha, apesar de ter vindo com o Marcelo, a Diana e o Vinícius no mesmo voo, nos acomodamos em lugares diferentes e assim acabamos conhecendo pessoas diferentes e fazendo vida sociais paralelas.

Como eu demorei pra vir, acabei "conhecendo" muita gente pela internet, muita gente que veio um ano antes de mim, ou que já estava aqui a mais tempo, também conheci pessoas que vieram um mês antes ou um mês depois ou que sairam do Brasil 24 horas antes de mim.

O bom é que agora estamos todos aqui, então sempre acontece de alguém te convidar pra algo, por que ninguém quer ficar sozinho e a maioria das pessoas sabe que as amizades aqui são fundamentais, e assim a gente acaba ficando amigo do amigo.

Aqui em Dublin eu já fui a vários lugares em companhias variadas, sempre com brasileiros mas na maioria das vezes algum gringo é incluindo no passeio, ninguém fica amigo de todo mundo, mas quando você tem oportunidade de conhecer duas ou três pessoas um pouco melhor é sempre bom. Eu que sempre fui de poucos amigos estou disposta a aumentar esse número consideravelmente, e isso em Dublin não é difícil.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Electricity Bill

Quando eu vim visitar a casa em que moro, o rapaz que me passou a vaga me disse que se eu ficasse com a vaga teria que colocar a conta de eletricidade em meu nome, pois aqui na casa cada um é responsável por uma conta (deveria ser).

Pois bem, depois que me mudei o marroquino que mora no quarto de frente pro meu ficou de me ajudar a ligar na companhia elétrica mas ele nunca estava em casa quando dizia que estaria, então eu liguei sozinha. Não foi difícil, quem me atendeu falou depressa demais e eu pedi pra repetir devagar por que eu sou estrangeira, pois bem ele repetiu e consegui passar todos os dados necessários. Eu sempre havia lido que se você coloca sua conta de energia em débito automático não precisa pagar depósito, pois bem, não é bem assim, pelo menos não com a Airtricity, companhia que usamos aqui em casa. Eles cobram um depósito de €300.00 se você não colocar em débito automático e €200.00 se colocar. 

Conversei com outras pessoas e todo mundo teve que fazer a mesma coisa, teve gente que escolheu não colocar em débito automático e pagou depósito mais caro. 

Alguns dias depois que chegou a conta com o valor do depósito. Esse valor deveria ter sido debitado sexta-feira, hoje eu fui ao banco e tirei um extrato e nada. Conversei com a Cintya que já passou por isso e ela me disse que é assim mesmo, antes de debitar de verdade eles vão me mandar uma sms avisando.

Hoje quando cheguei em casa tinha uma carta da companhia elétrica, abri e a conta passava de €200.00, mas eu deduzi que fosse o valor do depósito mas o valor desde o dia em que eu assumi a conta, eu só assumi dia 18/11 mas disse que havia entrado na casa no dia 01/11, mesmo assim eles cobraram a partir do dia 02/11. Então o valor até o fim de novembro não foi muito alto. Mas eu não fiquei só na dedução né, liguei lá e o atendente me disse que era isso mesmo. Menos mal.

Essa conta de eletricidade foi uma das coisas que me deu muita dor de cabeça aqui na casa, até cheguei a procurar outros lugares por que estava estressada demais com minhas coisas de banco e visto e ainda isso, o problema é que o pessoal estava relutante em pagar o depósito, ok eu também não tenho €50.00 sobrando (€200/4=€50 cada) mas se for necessário, fazer o que né. O valor do depósito geralmente é devolvido depois de alguns meses como crédito, ou seja você vai gastando e pagando a conta, num determinado mês sua conta vem e você não precisa pagar por que eles usaram o valor do depósito para tal. Por isso se você procurar casa e te cobrarem além do depósito do quarto o depósito de energia é por que as pessoas ali ainda não receberam o depósito de volta.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

GNIB, uma saga

Na última terça-feira eu finalmente consegui meu GNIB, que na prática é o visto definitivo de um ano.


Quando aterrissamos na Irlanda normalmente recebemos um visto de um mês, tempo necessário para providenciar os documentos e ir a imigração solicitar o visto definitivo.

Mas que documentos?
-Passaporte;
-Carta de matrícula;
-Seguro Governamental (ou particular com cobertura de €30,000.00 ou mais)
-Passagem de volta;
-PPS;
-Extrato Bancário;

Os quatro primeiros você precisa ter antes mesmo de chegar aqui, o seguro governamental você geralmente recebe no primeiro dia que vai a escola, mas com certeza já pagou por ele quando fez sua matrícula. Os outros documentos consegue aqui na Irlanda.

O primeiro deles é o PPS (Personal Public Service Number)que rusticamente falando podemos comparar ao CPF no Brasil. Pra conseguir o PPS a escola te dá uma carta e você vai ao Social Welfare Local Office  com seu passaporte, pega uma senha espera, quando te chamam preenche o formulário e espera cerca de 5 dias úteis até que a carta chega na sua casa, você não vai receber nenhum cartão é só a carta com o número mesmo, ou melhor um código pois também contem letras.

O segundo documento é o extrato bancário, mas pra ter o extrato você precisa de conta no banco e pra abrir a conta no banco você precisa da carta da escola. A minha escola só libera a carta do banco mediante apresentação da carta do PPS. Então com a carta do PPS que servirá de comprovante de residência mais a carta que a escola entrega, abre-se a conta no banco, e daí vem aquela bela história, três dias pra conta ficar aberta, então você pode fazer o deposito dos 3 mil euros no meu banco eu só pude solicitar o extrato no dia seguinte, mas o tempo de chegada também é de até cinco dias úteis, se fizer o depósito e solicitar o extrato no dia seguinte o extrato provavelmente chegará no mesmo dia que o cartão, a senha deve chegar dois dias antes.

Alguns amigos que estudam em outras escolas abriram contas sem a carta do PPS, mas isso também depende de qual agência e de qual banco sua escola vai te enviar. Algumas escolas liberam as duas cartas de uma vez e o processo é bem mais rápido, conheço gente que com duas semanas aqui já estava com o GNIB o meu levou 42 dias.

Antes de ir na imigração é bom conferir na escola se eles já enviaram a carta pra imigração, sim sua escola vai mandar uma carta lá, dizendo que você está matriculado e qual é o período do curso. O meu curso é de 52 semamas sendo 26 de estudo + 26 de holiday, então meu visto é de 1 ano.

Então na terça após a aula, munida de passaporte, carta de matrícula (a mesma que trouxe comigo do Brasil e mostrei no aeroporto), extrato, passagem de volta (não pediram pra ver) e seguro governamental, fui até a imigração.

Essa foi a parte mais rápida de todo o processo, cheguei lá por volta de 13:10, entreguei na cabine 15 meu passaporte, extrato e seguro governamental. O cara me disse pra esperar e foi pra lá com meus documentos, daí voltou e me disse pra ir na cabine 6 ou seja. não tive que pegar senha, como a maioria das pessoas, principalmente quem vai de manhã precisa fazer.

Na cabine 6 o rapaz conferiu meus documentos e perguntou qual escola era, eu entreguei a carta de matrícula e ele hoi lá pra trás com a carta e meu passaporte, depois de uns três minutos voltou com a carta que a escola tinha enviado e colocou uns dados no computador, me pediu pra olhar pra câmera pra tirar uma foto e depois pra pagar a bagatela de €150,00. Paguei com o cartão do banco mesmo, ou seja tirei dos € 3,000.00.

Ele me devolveu os documentos menos o passaporte e me pediu pra sentar e esperar, sentei e esperei cerca de 30 min até que me chamaram na cabine 1 pra pegar o passaporte e a carteirinha do GNIB. Ufa, um ano de visto.

Apesar de ter chego aqui no dia 17/10 só comecei a estudar no dia 24/10, e é essa informação que está na carta da escola, então meu visto vai até 24/10/2012, uma semaninha a mais. E apesar de no aeroporto ter recebido um mês de visto não fui questionada por ter ido depois desse prazo, na realidade conheço gente que foi com mais tempo e ouvi estórias de gente que foi com quase três meses aqui e não teve problema também.

Posts que você deve ler:
Imigrando: O número do PPS - Vida na Irlanda