terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Viajei : Irlanda do Norte

O papo que sempre ouvi é que em Dublin não acontecia nada de interessante no ano novo, eu bem que tentei organizar alguma viagem pra Edinburgh ou London, mas as pessoas que chamei na época não queriam decidir nada com tanta antecedência e depois os preços ficaram muito altos. Eis que na metade de dezembro a Karol comentou que um amigo dela queria ir pra Belfast, por que todo mundo imaginava que em Dublin não teria nada. Então nós decidimos, vamos pra Belfast no réveillon. Fomos eu, Karol, Elaine, Luiz, Marina e Althéa.  A Théa não mora em Dublin, nem na Irlanda, ela mora em Glasgow na Escócia, nós costumávamos conversar via  skype lá em 2010 quando eu entrei no e-dublin groups, ela teve a oportunidade de ir estudar inglês na Escócia e foi, quando eu comentei no grupo que estava indo pra Belfast ela perguntou se poderia ir também, como eu acredito no "quanto mais, melhor" fomos.

Chegamos na manhã do dia 30/12, escolhemos um hostel não tão central mas de fácil acesso e muito, muito bom, nós aqui de Dublin fomos de ônibus, só 2 horas e meia de viagem no quentinho do ônibus, muito fácil.  Apesar de politicamente a Irlanda do Norte ser outro país não passamos por barreira alfandegária, ou seja nada de carimbo no passaporte.

Depois de fazermos o check in no hostel fomos andar pela cidade, comemos e fizemos um bus tour, foi uma boa escolha pois estava chovendo demais, uma chuva um pouco mais forte que a garoa paulistana, mas que molha de um jeito extremamente chato. Passamos por pontos principais da cidade e depois de 1 hora e meia acabou-se o tour. Pagamos barato pelo menos. Depois disso tomamos um chocolate quente e andamos mais um pouco pela cidade. Passamos num mercado e nos abastecemos de comida. Como estávamos num grupo grande acabamos saindo tarde do hostel pra ir a um pub, e como a senhorita Alethéa tinha um desafio de 19 doses de tequila a cumprir acabamos indo na direção errada e andamos demais até acharmos o pub que no indicaram. O pub parece com a Dicey's aqui de Dublin. As pessoas costumam reclamar que a noite aqui em Dublin termina cedo, pois bem em Belfast termina ainda mais cedo. A 1 da manhã pararam de tocar musica e 20 minutos depois pediram pra gente sair. Isso mesmo, expulsos. Fazer o que voltamos pro hostel.

No sábado 31/12 fizemos um passeio incrível até o norte da Irlanda do Norte. Visitamos Carrick-a-Rede Rope Bridge e Giant's Causeway. Esses são os dois principais pontos do passeio, mas passamos por outros lugares também, a costa é linda e dá pra ver a Escócia no horizonte. Estava um dia nublado mas sem chuva, mesmo assim foi lindo, imagino em uma dia de sol. A parte mais emocionante do passeio sem dúvida alguma é atravessar a ponte suspensa. Dá uma emoção, uma adrenalina que só indo lá pra saber.
O mar láááá em baixo


Coração na boca, mas a foto é importante

Meus parceiros de viagem: Elaine, Karol, Théa, Luiz e Marina



Quando estávamos no fim do passeio, já na Giant's Causeway começou a chover bastante, ensopados voltamos pro ônibus, fizemos mais um parada para fotos nas ruínas de uma castelo, mas como nessa época do ano escurece muito cedo, mesmo sendo apenas 4 da tarde já estava bem escuro, e como eu estava com muito frio não saí do ônibus pra fotografar.

Voltamos a Belfast, nos abastecemos no mercado e fomos ao hostel. Rolou um esquenta por lá, Luiz, Marina e Théa saíram pra uma festa de ano novo em lugares exóticos, Luiz e Théa foram parar numa festa do Zimbabwe com open bar de wisky, Marina foi pra uma festa que até agora não sei qual.

Vimos os fogos de Londres, Edinburgh e de alguns outros países, o hostel estava super sossegado então fomos dormir, uns 20 minutos depois que estávamos na cama começou a chegar gente, provavelmente expulsos dos pubs e rolou festa até o amanhecer, mas eu não participei.

No primeiro dia do ano não acordamos muito tarde pois tínhamos que fazer o check-out as 11h, deixamos nossas coisas no hostel e fomos andar mais um pouco pela cidade. Comemos então Marina e Théa voltaram pro hsotel, Marina não queria correr o risco de tomar chuva de novo e Théa tinha um voo pra pegar, então eu, Luiz, Elaine e Karol fomos rumo aos muros de Belfast, muros esses que foram construídos pra separar protestantes e católicos. Andamos muito mas achamos um dos muros verdadeiros, com uma longa extensão. Na volta começou a chover muito forte então paramos embaixo do toldo de um pub, um dos cliente saiu pra fumar e aproveitamos pra perguntar a ele se a divisão ainda persistia. Sim, no lado em que estávamos só moravam católicos e no outro apenas protestantes.

A chuva passou, voltamos ao hostel, voltamos a Dublin. Nada como estar em casa.

5 comentários:

  1. Não estou acreditando que vc passou o Ano Novo no hostel. Por que?!?!? =\
    E essa ponte precária hein? Medooo
    Talvez um dia eu vá para Belfast, um dia.. haha
    E como vc conhece o Luis? Ele estuda na minha escola, e eu fui visitar a casa que ele mora (quando eu estava procurando lugar para morar).
    Que mundo pequeno.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Tati, mas isso não foi uma coisa triste, nós só ficamos no hostel pois achamos que iria ter uma festa de verdade lá, e gastamos grana acreditando nisso, e a "lenda" era que todas as festas eram caras pra entrar e com bebidas caras tb, como eu Elaine e Karol vamos viajar novamente em alguns dias preferimos economizar um pouquinho.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a última linha do post...

    feliz ano novo!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Karina,
    Conheci hj o teu blog e ja li quase tudo...rs
    Gostaria q vc explicasse melhor a parte da acomodação que vc está agora, ja vi q algumas pessoas dividem apartamento ou casas, no seu caso vc alugou um quarto numa casa normal? não compreendi..
    Parabéns pelo blog!!!Pâmela

    ResponderExcluir
  5. Pâmela, aqui todo mundo divie quarto ou casa, raramente alguém mora sozinho ou em hostel, mas tem os casos. Eu divido aluguel em uma casa, no meu caso tenho um quarto só meu, mas muita gente divide quarto com outras pessoas. Pense no esquema de república, é a mesma coisa.

    ResponderExcluir