domingo, 27 de maio de 2012

Não sei se vou ou se fico

Essa é a verdade, eu não sei mesmo, poderia dizer que cada dia penso uma coisa, mas a verdade é que a cada dia penso em diversas versões de ir ou de ficar. E ir não é exatamente pro Brasil.

E depois de mais de 7 meses fora do Brasil o que me dá é uma imensa preguiça em pensar a voltar por lá, não eu não sou anti patriota, mas eu quero morar em um lugar onde eu não dependa de carro, onde eu não morra de calor ao ar livre ou congelada pelo ar condicionado, onde eu possa conhecer pessoas e sair com mais frequência e ainda ter um emprego que me pague o suficiente pra eu poder viajar mas do que apenas nas minhas férias. Sim eu sou exigente, mas quem não é?

Por outro lado eu não sei se quero ficar aqui na Irlanda por mais tempo, alguns dias estou tão cansada, e com tanta saudades de todo mundo que não está aqui que preciso segurar o impulso de ligar pra cia aérea e remarcar minha passagem pra daqui uma semana.

É, além de exigente tenho essas frescuras, no momento não tenho grandes reclamações a fazer a respeito de nada, as coisas na minha vida aqui estão bem, mas mesmo assim não consigo decidir se fico ou se vou.

sábado, 19 de maio de 2012

Acabooouooou

No dia 04/05 foi meu ultimo dia de aulas na escola. Ai que estranho, principalmente por que você para de estudar e todos os seus colegas de classe continuam, não e como na escola ou na faculdade.

O mais importante dessas 26 semanas estudando 15 horas a cada semana e saber sem sombra de duvidas que me inglês realmente melhorou. Pude sentir isso aos pouco ao longo desse tempo e principalmente quando optei não mudar de nível pra melhorar minha escrita, percebi que tinha realmente fixado o conteúdo aprendido e semana apos semana vi minha escrita melhorar e melhorar, houve ate uma ocasião em que fui a melhor em sala.

Meu curso era muito focado no exame de Cambridge, que atesta o nível de inglês do estudante estrangeiro, eu gostava muito, muita gente reclama por que tem muita gramatica, mas pra mim estava perfeito e o curso era bem balanceado, alem disso a escola tem avaliacoes semanais e assim tanto o aluno quanto o professor podem saber se esta realmente acontecendo uma evolucao ou não. As quatro habilidades são trabalhadas todas as semanas, pra mim foi um curso bem balanceado e fico feliz por ter investido meu dinheiro na escola.

Nesse período estudei com pessoas de muitos países diferentes, entre eles: Espanha, Itália, Franca, Polônia, Argentina, Chile, Venezuela, México, Vietina, Tailândia, Japão e Coreia do Sul, alem de brasileiros, isso e enriquecedor demais, por que sempre existe aquela troca cultural, sempre existe o momento em que você pergunta como e isso ou aquilo no pais da pessoa que esta do seu lado e algumas vezes as respostas são surpreendentes.

Agora vem a parte complicada do intercâmbio, trabalhar e conseguir algum dinheiro pra fazer viagens antes de voltar pro Brasil. Eu ainda não tenho uma definicao concreta sobre voltar definitivamente ou não. Tenho a opcao de renovar meu visto, mas passei tanto tempo pensando que teria que ir embora, mesmo antes do vencimento dos visto que agora não consigo decidir se quero ou não ficar mais tempo aqui. Enfim, o objetivo principal que era melhorar o inglês foi alcançado, não eu não estou fluente, mas falo muito melhor e com muito mais segurança do que quando cheguei, escrevo melhor e entendo praticamente 100% do que ouço então tenho plenos motivo para me sentir satisfeita com a escolha que fiz.