segunda-feira, 8 de julho de 2013

Irish Road Trip: De Atlhone a Clifden - Kylemore Abbey e Sky Road

Na segunda-feira de manhã saímos de Clifden depois de um café-da-manhã bem reforçado. Já que estávamos gastando mais com boas acomodações preferimos economizar pelo menos uma refeição no dia, se comecemos bastante no café, iria demorar pra sentir fome, e poderíamos enganar a fome do meio do dia e investir num jantar. Então lá fomos nós. 

Pra chegar em Clifden temos que passar por Galway, esse pelo menos é o caminho mais rápido. Até Galway tudo bem, estrada grande e larga. E aqui vem uma dica. Se o seu celular não é do mais modernos com GPS e Google Maps, alugue um GPS, a estrada entra e atravessa a cidade e daí você pega outra estrada, ainda dentro da cidade. Isso aconteceu em todos os lugares pelos quais passamos.

A estrada até Galway foi super tranquila, mas quando pegamos o caminho de Clifden começamos a entender o que a galera fala de estradas estreitas da Irlanda. Eu nunca segurei tanto o fôlego na minha vida. E olga que foi cerca de 1 hora e meia só. 

Antes de chegar propriamente a Clifden paramos na Kylemore Abbey. Um dos belos cartões postais da Irlanda. Quase fomos devoradas por mosquitos. Gente, eu nunca tinha visto mosquitos que picam de verdade aqui na Irlanda, daqueles pequenininhos que se embaraçam no cabelo, pois é lá tinha. Milhões. Por todos os lados só se viam turistas encapuzados, com scarfs enroladas cobrindo tudo o que não estivesse coberto. Por sorte, estávamos com frio e fomos de casaco, daí deu pra colocar o gorro e se proteger um pouco, mas mesmo assim. Se for, leve repelente.

Kylemore Abbey

Catedral Gótica

Jardins

O passeio pela Abbey vale só pela vista. Eu não aconselharia ninguém a pagar pra entrar na Abbey ou ir nos jardins, não tem nada demais, e na Abbey mesmo você tem acesso a pouquíssimos cômodos. Foi frustrante pra mim nesse ponto. Eu iria novamente. Mas não pagaria pra entrar.

Apesar de termos nos "abastecido" bem antes de sair do B&B a fome bateu depois de passearmos e decidimos parar no café e comer algo antes de fazer o caminho até o Connemara National Park e finalmente Clifden.

Comemos e pegamos a estrada novamente, acabou que erramos a entrada do National Park e então decidimos ir logo pro outro B&B, deixar nossas coisas e achar o que fazer. Como estávamos perto do oceano, queríamos ver paisagens diferente. 

Fomos muio bem recebidas no B&B, deixamos nossas coisas e pelo Skype eu pedi umas dicas pro Heitor que disse que a gebte TINHA que fazer o caminho da Sky Road. E lá fomos nós. Ai que estrada estreita. Ai que visual recompensador. No topo da Sky Road dá pra ver o oceano até onde ele se mistura com o céu e você não sabe onde uma coisa começa e a outra acaba, a subida em si já mostra uma vista linda. Recomendadíssimo. Apesar da estrada ser super estreita existem pontos onde é possível parar o carro pra apreciar a paisagem e tirar belas fotos.

Prontas para novas aventuras

Mar, mar, mar, céu, céu, céu

No topo da Sky Road

Depois da Sky Road decidimos dar mais algumas voltas e ver onde a estrada nos levaria, nós achando que estávamos sendo super wilds, acabamos votando pro centro de Clifden. Foi engraçado. Aproveitamos pra dar uma volta pela cidade, daí decidimos comprar algumas coisas no mercado pra ter sempre que a gente fosse parar em algum lugar, e não precisar ficar comendo em cafés.

O Spire de Clifden

Fomos pro B&B e nos arrumamos pra jantar. O B&B é super perto do centro, menos de 10 minutos andando. Mas cidade pequena já viu. Fomos jantar antes das 22h, mas a maioria dos lugares já estava com a cozinha fechada. acabamos comendo no restaurante que é provavelmente o mais caro da cidade. Mas era isso ou ficar com fome. Pagamos o preço da frescura de querer nos arrumar.

Voltamos pro B&B depois de uma dia de linda paisagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário