quinta-feira, 1 de maio de 2014

A Trilogia do Retorno: Emprego

A parte que todo mundo quer saber. Consegui um emprego que paga 10.000 dilmas por mês por apenas 30 horas de trabalho por semana? Sorry to disappoint you, but I did not.

Como eu voltei pro Brasil no começo de Novembro, toda vez que dizia pra alguém que tinha que atualizar o currículo e começar a procurar trabalho as pessoa soltavam a frase "Ah, mas agora você vai esperar passar as festas né?" Tudo bem que essa nunca foi minha real intenção, mas acabou que eu esperei. O máximo que fiz foi atualizar meu currículo no Vagas.com e me candidatar à algumas ofertas de emprego por lá, mas pra ser sincera eu estava atirando pra todos os lados. 

Não voltei pro Brasil ficada em conseguir emprego na minha área de formação ou na área que eu tinha experiência, eu bem que tentei me focar nisso, me imaginar trabalhando em uma empresa como executiva, fazendo contatos com cliente internacionais e....caí no sono. Eram ideias que não estavam me empolgando nem um pouco, e quando um ano acabou e o outro começou rolou um desespero. Daí eu resolvi aceitar a ajuda do meu eterno professor de inglês aqui do Brasil, Sandro, atualizei meu cv e o enviei cópias em inglês e em português e ele enviou pra muitos contatos.

No fim da mesma semana estava olhando o jornal da cidade pra verificar se tinha alguma oferta interessante e vi uma escola que precisava de professores. Escrevi um e-mail em inglês explicando que não tinha experiência em dar aulas, mas tinha acabado de voltar de um intercâmbio e que nunca tive muita dificuldade em repassar o que eu sei.

Recebi uma ligação na segunda, fiz a entrevista na terça e no mesmo dia recebi a resposta positiva. E é isso galera, agora eu, que já fiz tanta coisa nessa vida, sou professora de inglês.

E como tem sido? Wonderful. Sério, nos primeiros dias eu tive treinamentos com uma das outras professoras mais experientes e comecei com poucas aulas, nas primeiras aulas eu confesso que tremi na base, perdi o sono, passei todo o tempo livre que tinha tentando lembrar como eu aprendi isso e aquilo, mas com o passar das semanas consegui relaxar e começar a aproveitar o que estou fazendo.

Eu gosto de todas as pessoas com as quais trabalho, além de dar aulas, nós professores também temos algumas aulas de conversação toda semana, e é sempre tão enriquecedor. Eu, por ser nova, tenho treinamentos com outros professores, basicamente participo das aulas deles pra entender como eles ensinam, e tem sido muito bom pra mim.

Uma coisa que eu pensava muito nos últimos meses antes de voltar era que eu queria trabalhar em um lugar onde eu pudesse melhorar como pessoa, continuar a usar meu inglês, e que fosse um lugar descontraído, com gente bacana. As poucas vezes que voltei estressada pra casa nada tiveram a ver com os meus colegas de trabalho, e isso é outra coisa que me deixa feliz. Trabalhar com algo que eu gosto e com gente que, mesmo sem saber, me deixa pra cima, é melhor do que tudo que eu poderia querer.

Por isso vai aí um grande VALEU UNIVERSO, arrasou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário