quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Viajar sozinha: Buenos Aires #1

Saí de Montevidéu na sexta de manhã, não muito cedo, era feriado da Independência e a cidade estava muito parada, um casal de Brasileiros que estava no hostel também estava indo pro Terminal Rodoviário, daí dividimos um táxi, eu tinha planejado ir de ônibus, mas ouvi eles pedindo pro recepcionista chamar um táxi e perguntei se era ok com eles se dividíssemos, eles disseram que sim, bom pra todo mundo.
Chegamos bem cedo no terminal, tem que fazer check-in 1 hora antes da saída do ônibus, e depois do check-in fui trocar 100 dólares por pesos Argentinos, e a cotação estava ótima, saí ganhando muito.

Na hora do embarque coloquei a mochila no bagageiro do ônibus e só a peguei de volta quando descemos em Buenos Aires. Quando o ônibus chega em Colonia del Sacramento é preciso passar pela imigração pra fazer os trâmites de saída do Uruguai e entrada na Argentina.

Carimbos

Chegando em Buenos Aires a única coisa necessária a fazer é passar a bagagem pelo raio x e sair do terminal. Na saída tem os famosos taxistas que querem cobrar 200 pesos ( mais de 50 reais) pra qualquer corrida. Eu ia mesmo pegar táxi, mas meu dinheiro não é capim, andei alguns quarteirões e consegui um táxi que me deixou no hostel por 48 pesos (13 reais), isso mesmo sendo horário de pico com o trânsito super pesado.

Já era noite, saí, dei algumas voltas pela cidade, comi fast food no Burger King com atendentes mais lentos do planeta. Fui ver a casa rosada iluminada e me perdi pra voltar pro hostel, eventualmente me achei de novo.

No dia seguinte andei mais pela cidade, principalmente pela área central e é isso o que está no vídeo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário